Crónicas de um Engenheiro – Um Furacão Chamado Marcelo

Quando Marcelo Rebelo de Sousa formalizou a sua candidatura à presidência da República, penso que poucos os atentos da conjetura politica nacional terão ficado surpreendidos. Por motivos pessoais recuou nas suas intenções em 2006, mas há muito que se adivinhava que, mais tarde ou mais cedo, o trono seria de Marcelo.

O que, certamente, nem todos estariam a contar é que a sua irreverência o levasse a uma quebra tão significativa para como aquilo que os portugueses estavam habituados. Uma postura cisuda, fechada, formal e por vezes ausente de conteúdo, foram as chaves do mandato de Aníbal Cavaco Silva, criando um, ainda, maior distanciamento entre a população e a classe política.

Contudo Marcelo Rebelo de Sousa tem vindo a quebrar todos os protocolos de segurança, a dar um “safanão” na monotonia que o cargo da presidência parecia ter intrínseco. Desde ir a pé para a sua tomada de posse até dançar com jovens moçambicanos, Marcelo tem se mostrado muito mais disponível para aumentar a união e a auto-estima dos portugueses, tentando assim criar de novo um clima mais apropriado e “respirável” em S.Bento.

Desejo que esta postura se mantenha, e não duvido que, quando for hora disso, Marcelo possua o pulso e o conhecimento das funções que lhe competem para criticar, organizar e controlar, de forma de moderada mas presente, a restante classe politica portuguesa, que por vezes torna a Assembleia da República naquilo que parece um infantário.

“Não se iluda, pois só atingirá o pico da montanha se estiver decidido a enfrentar o esforço da caminhada. “

William Douglas

 

rodape simply life

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s